Sedutoras e Marrentas - 10



O corpo de Silvia reagiu intensamente quando ela sentiu a mão aberta de Tom sobre sua vulva descoberta. Suas coxas cerraram-se deliciosamente sobre aquela mão invasora e atrevida. Abraçou-se ao irmão o mais que pode, abrindo sua boca até o limite naquele beijo, recebendo a boca voraz do rapaz. Suas línguas se digladiaram, provocando sensações de prazer imensuráveis em ambos. Tom sentiu a carne da sua bela irmã nos dedos. Sentiu toda aquela umidade – na verdade, aquela região já estava ensopada – os fartos pelos melados, a carne palpitante reagindo a cada toque, a cada roçar de dedo...
Silvia saiu dele suavemente. Olhou Tom nos olhos, sem dizer nada. Lá embaixo, a mão dele continuava se movendo, da mesma forma que o seu delicioso, fazendo um vai e vem suave, já que Tom enfiara todo o seu dedo... o dedo afortunadamente obsceno... Silvia as vezes olhava para os lados, discretamente, mas ninguém parecia prestar atenção neles. Para os outros, eles eram um casal a mais sarrando no cinema.
Silvia moveu o corpo, ajeitando-se no assento, de maneira a facilitar as coisas para o seu irmão: abriu mais as coxas, e ergueu uma delas, a mão de Tom entrando mais embaixo, sentindo assim toda a região da vulva... um dedo mais ousado atingiu aquele orificio super cobiçado... o corpo dela se retesa todo, se arrepia todinho quando ele a toca ali...
- Tom... Tom.... – sussurra Silvia...
Ele não responde.
- Tom... o filme... acabou...
Só então Tom percebe que o filme terminara. Ela se recompõe a tempo, pois as luzes se acendem. Ele olha em volta, alguns casais se levantando. Os dois saem em silêncio, ela na frente dele. Ela olha para ele, meia sem jeito, ele sorri de volta. Lá fora, Paula está esperando por eles.
- Olá... como foi o filme? Acabei de chegar...
Silvia engole em seco. Não vira nada do filme.
- Aterrorizante... –diz Tom. – A mana tapou os olhos o filme todo..
- Eu sabia... ela odeia filmes de terror.. rsrsr...
- Bem... ta entregue.. – diz Tom.
Silvia sorri para ele.
- obrigada... – diz, olhando-o bem nos olhos.
- quando precisar... – ele responde, e se afasta.
-menina!! Pelo jeito, tiveram uma recaída...rsrsr
- nada disso..! – Silvia prefere não contar nada a Paula. – não aconteceu nada. O filme foi horrível.
- Bem... eu não posso me queixar da noite... foi a NOITE....rsrsrs
- que bom pra vc...
- vamos.. vou te contar em detalhes...
- olha, nem quero saber o que vc fez com o tal carinha... dispenso detalhes... argh..
- ta bem... ta bem... só eu tive que ouvir os teus lances com o teu irmão lá na fazenda...
No dia seguinte, a tarde, em casa, Silvia viu Tom chegando. Voltou ao seu quarto, e trocou de roupa. Vestiu um shortinho que há tempos não usava... era curtíssimo. Ela olhou-se no espelho e saiu até a sala. Tom estava na sala, vendo TV.
- Oi.. – disse ela,passando por ele.
- o..oi – respondeu ele, olhando a irmã, cheio de admiração.
Ela sorriu, e foi até a varanda. Retornou pouco depois, passando por ele novamente. Fez que olhava uma moldura em cima da mesa. Tom admirou as belas coxas da sua irmã. “Caramba.. ela é... gostosa demais...”. Lembrou-se do amasso dos dois no cinema, na noite anterior.
Silvia olhou para ele.
- chegou tarde ontem? –perguntou.
- não muito... pouco depois da meia noite,acho..
- eu já estava dormindo...rsrrs
- com certeza... não vi vc por aqui...
- e a tua namorada? Tem visto ela?
- que namorada?
- aquela que estava no portão com vc...ela é bem bonita..
- é apenas uma amiga... minha namorada me deixou... –disse ele.
Ela entendeu o que ele quis dizer.
- de repente, vc não pediu para ela ficar com vc...
- vc acha que ela ficaria comigo?
- não sei.. rsrsrs... talvez...
- bem... vou tentar ... quem sabe ela topa ficar comigo... ela é linda demais, fico só pensando nela, na boca dela...no corpo dela..
Silvia estremeceu quando ouve aquilo. Sabe que ele ta falando dela. Ela olha em volta. Sua mãe estava no quintal. Era arriscado aquele tipo de papo, principalmente entre irmã e irmão.
- nossa! Gosta tanto dela assim?
- demais... sonhei que ontem fiquei com ela no cinema... senti o beijo dela, senti ela todinha... e senti que ela também sente muito tesão por mim..
Tom se aproxima. Silvia se encosta na mesa.
- como...como pode ter certeza disso..?
Ele fica bem perto.
- no sonho... senti ela ficar toda molhadinha... muito molhadinha...
- sen.. sentiu..?
- sim... toquei nela... na sua parte mais deliciosa... e senti ela ... molhadinha... tesudinha...
Eles tem um sobressalto quando uma voz se faz ouvir.
- o que os dois cochicham? – era a mãe deles.
- oi,mãe.. o Tom ta me contando sobre.. sobre um amigo nosso...rsrsr
- menina.. que short curto é esse? Ta quase pelada!!?
- ah,mãe,dentro de casa ... não tem problema...rsrsr
- ah,bom... não saia pra rua com isso...
- não vou sair, não...
Tom se afasta, sorrindo. Ela vai para o seu quarto.
A noite, ela se encontra com Paula.
- vc ta inquieta.o que foi? –perguntou Paula.
- miga, preciso te falar...
- fala...sabia que havia alguma coisa com vc...
- é.. é o Tom...
- o que tem? Ele voltou a te paquerar?
- não é bem isso... é que..eu..
- fala...
- to... to sentindo a maior atração por ele... to morrendo de tesão por ele...
- hmmm... nossa! Sério?
- sério... naquele dia, no cinema, a gente ficou... a gente se beijou, entende?
- pela cara de vcs dois, imaginei algo parecido..
- hoje senti uma vontade louca de me mostrar pra ele... de fazer ele olhar para mim, me desejar, sentir tesão por mim...
- e ele?
- ele me falou um monte de coisa... um monte de coisa tesuda... me deixou louca de tesão,,, não ria, mas eu me masturbei no chuveiro, depois... foi uma loucura..
- putz... a coisa ta seria mesmo..!
- sim...o que faço?
- bem... incesto é coisa séria... acabe com isso... posso ser uma tarada como vc diz, mas não sou tão irresponsável..
- eu sei... vou evitar contato com ele..
- é isso mesmo...evite.
No dia seguinte, depois das aulas, Silvia voltava para casa. Tom estava numa esquina, conversando com alguns amigos. Ela o viu, mas passou por eles.
Os rapazes ficaram olhando, e Tom se despediu deles e foi atrás de Silvia.
- oi.. – disse ele,alcançando-a.
- oi...
- diz uma coisa... tem compromisso pra hoje?:
- eu? Bem... tenho treino a tarde...
- e depois do treino?
- vou para casa...
- posso te pegar depois do treino?
Silvia olha para baixo. Sabe o que ele quer. Sente o que ele quer. Ele a deseja. E ela também o deseja. Loucamente.
- bem.. não sei..
- eu to de moto... a gente pode se encontrar... um amigo meu viajou, e deixou a chave da casa dele comigo..
Ela pensa um pouco.
-Tudo bem... vc me espera, então?
- claro! Te espero na saída do ginásio...
Eles chegaram em frente de casa.
- combinado – diz ela, e entra pelo portão,sendo seguido por ele.
Silvia foi direto para o chuveiro. Seu corpo estava em brasas.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


11551 - DOCE NANDA - Parte um - Categoria: Incesto - Votos: 9
11554 - DOCE NANDA - Parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 6
11560 - DOCE NANDA - Parte três - Categoria: Incesto - Votos: 7
11579 - DOCE NANDA - Parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 9
11684 - DOCE NANDA - Parte cinco - Categoria: Incesto - Votos: 8
11703 - DOCE NANDA - Parte seis - Categoria: Incesto - Votos: 6
11793 - DOCE NANDA - Parte sete - Categoria: Incesto - Votos: 8
11877 - CORPOS ARDENTES - parte um - Categoria: Incesto - Votos: 7
11950 - DOCE NANDA -Parte oito - Categoria: Incesto - Votos: 7
12019 - CORPOS ARDENTES - parte dois - Categoria: Incesto - Votos: 5
12102 - CORPOS ARDENTES - parte três - Categoria: Incesto - Votos: 4
12209 - DOCE NANDA - Parte Nove - Categoria: Incesto - Votos: 7
12225 - DOCE NANDA - Parte dez - Categoria: Incesto - Votos: 6
12334 - Corpos ardentes - parte quatro - Categoria: Incesto - Votos: 3
12345 - Corpos Ardentes - Parte 5 - Categoria: Incesto - Votos: 4
12415 - DOCE NANDA - Parte onze - Categoria: Incesto - Votos: 7
12428 - DOCE NANDA - Parte 12 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12439 - Sedutoras e Marrentas - Um - Categoria: Incesto - Votos: 7
12440 - Sedutoras e Marrentas - Dois - Categoria: Incesto - Votos: 6
12441 - Sedutoras e Marrentas - Três - Categoria: Incesto - Votos: 7
12449 - Sedutoras e Marrentas - 4 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12475 - Sedutoras e Marrentas - Cinco - Categoria: Incesto - Votos: 6
12521 - Sedutoras e Marrentas - 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12533 - Sedutoras e Marrentas- 6 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12535 - Sedutoras e Marrentas -7 - Categoria: Incesto - Votos: 7
12691 - Sedutoras e Marrentas 8 - Categoria: Incesto - Votos: 8
12703 - Sedutoras e Marrentas - 9 - Categoria: Incesto - Votos: 8
12772 - Sedutoras e Marrentas 12 - Categoria: Incesto - Votos: 6
12820 - Resumo de contos escritos por Tom Jones - Categoria: Incesto - Votos: 1
12909 - Sedutoras e Marrentas - Parte Final - Categoria: Incesto - Votos: 6
12991 - A Excursão - 1 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13136 - A Excursão 2 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13188 - A Excursão 3 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13197 - A Excursão 4 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13216 - A Excursão 5 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13263 - A Excursão 6 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13291 - A Excursão 7 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13298 - A Excursão 8 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13324 - A Excursão 8.1 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13334 - A Excursão - oito - Categoria: Incesto - Votos: 4
13360 - A Excursão oito-2 - Categoria: Incesto - Votos: 1
13374 - A Excursão 9 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13392 - A Excursão10 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13429 - A Excursão 11 - Categoria: Incesto - Votos: 3
13478 - A Excursão 12 - Categoria: Incesto - Votos: 6
13509 - A Excursão 13 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13520 - A Excursão 14 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13543 - A Excursão 15 - Categoria: Incesto - Votos: 4
13573 - A Excursão 16 - Categoria: Incesto - Votos: 5
13676 - Próximo conto de Tom Jones - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
13787 - A ninfeta e o bad boy -1 - Categoria: Incesto - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico tom jones

Nome do conto:
Sedutoras e Marrentas - 10

Codigo do conto:
12712

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
08/06/2011

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


quadrinhoseroticosrealContos dupla vaginal pirocudosporno gay quadrinhos simpsonscontos eroticos em guadrinhos de joão cavaloconto gay vovô e netoegua buceta piscandonegan meteno no cu novinhacontos heroticos gay meu primo de dezesseis me comeu quando tinha oito anoscontos encoxando a mãevideo porno de mae tentando acarmar o filho taradoContos e fotos de tias e sobrinhos pauzudosconto erotico dona ruth taradacorroa safsdaarrobador. de. buceta. virgeconto gay cu cheirosoconto entreguei minha mulher pro garotaogostosa gritando porgue o cara pausudo coloca ate o talo no cu da bunduda xvidiofilho machucado incesto contoconto erótico gay ubermulher maravilha transandoboa f***.com pornô grátis contos eróticos sogro transando com a noracontos eroticos de traição asilocontos eróticos minha cunhada medrosaconto esposa perde aposta e tranza com molekContos eróticos dando pro vovo por caridadeConto eroti o bundao da avo bebadaContos eróticos gay menage militaresreencontrando o tesao de novo conto incestocontos eroticos sograsmulheres gostosas na fodaContos de viadinho novinho c vestidinho e shortinhoContos de incestos mamae brinca de lutar com filho ele fica com tesaoEle pressionou seu pau na minha buceta me puxando pela bundaprofessora submissa 38brasileira casada noviha draido seu marido aida da o cu apedadihofilme pornô dos Simpsonsirmao furioso contos eroticosconto erotico mamando no instrutor da auto escolacontos eroticos diretores de escola chantageando novinhas virgenshq porno gaycontos a esposa timida do primoultimos contos sadoconto irma puta sempre com homens diferente no quartocontoseroticos alizando os sacao de papai cacetudo gaycomtor eroticon tia conhadacontos de esposa na festa da empresao pai ordem Elisa buceta da filhaConto dormindo com minha tia e tareiProfessora e o jovem conto eroticogibi pornopunheta na adolescência contos eroticosxvideo fingiu qdormiabuceta da minha afilhadacontos eróticos querendo o leitinho do papaicoroas bucetonaquadrinho porno freiravirei femeavideos porno contos flagrei morena na rua oferecir ajuda ate casa dela analo sogro tarado 4 hentaicontos eroticos rotina de um casalcoroa cuzinho academia conto eroticovigiei a mulher conto eroticoConto erotico quando eu era pequena mamae fazia eu pega no pinto do meu paiContos eroticos dei a buceta a um.roludocontos gay estufa o curoçando na cueca do papai contoscontos de rasguei o cuzinho da minha avóContos éroticos caseiro taradão da rolona grossa rasgando o cusinho da patroa loirinhacontos eroticos com primos npvonhosos simpsons gay pronoo tio caçula contos eroticos porno gaycontos eróticos Renner